16 de setembro de 2017

Os meus sumos de verão

Olá!
Este verão os meus sumos preferidos foram sem dúvida os naturais, aqueles que podemos fazer em casa super depressa e que são exelentes.

Sumo de maracujá e mirtilos

  • Esmago cerca de 10 maracujás num passador para aproveitar todo o sumo;
  • Adiciono um pouco de água, talvez 100 ml;
  • Acrescento mirtilos congelados (já faz de gelo);
EXTRA: Quem não gostar muito do sabor ácido dos maracujás pode adicionar o sumo de 1 laranja e açúcar q.b. que também fica muito bom.




Smoothie de pêssego e mirtilos
Corto 1 pêssego grande ou 2 pequenos em pedaços;
Adiciono mirtilos congelados q.b.;
Acrescento cerca de 70ml de leite para ficar um pouco mais líquido;
Por vezes coloco 1 colher se café de açúcar
Coloco tudo no liquidificador e sirvo num copo super giro.



P.s. Normalmente eu não como mirtilos, porque são extremamente caros, mas encontrei um senhor a vender caixotes de mirtilos super baratos perto de minha casa e congelei.

13 de setembro de 2017

O Peso de um Segredo - Opinião

Olá!
Num post recente, mencionei o livro O Peso de um Segredo que recebi da Chiado Editora e disse que daria a minha opinião sobre o mesmo, por isso aqui vai. Desde já quero mencionar que no meu blog eu tento ser o mais honesta possível, por isso quando recebo algo de uma parceria, digo-vos o que eu acredito e não o que podem querer que eu diga.

O livro tem bastantes páginas, pelo que pode assustar alguns leitores, mas o tamanho de letra é grande pelo que se lê facilmente e a meu ver, este é um dos muito poucos pontos que tem a seu favor. Sinceramente, eu não gostei do livro, acho que a história era aborrecida e desenvolvia-se lentamente, para além de que poderia estar dividida em capítulos para que a organização do livro fosse muito melhor. Ou seja, acredito que o livro podia estar resumido, pois tinha muitas páginas que, a meu ver, não tinham qualquer relevância.

Toda a história anda à volta de um romance entre os dois protagonistas e o tema do passado está sempre presente, o que até podia dar um bom livro, mas é tudo muito previsível o que não deixa qualquer espaço para a imaginação do leitor. Verdade seja dita, eu não gosto de romances, talvez quem goste pode até adorar este livro, mas para mim foi tão monótono que tive de avançar várias páginas.

10 de setembro de 2017

O que eu levo para a faculdade

Olá!
Ultimamente têm-me perguntado que materiais é que eu costumo levar para a faculdade, por isso decidi fazer um post com tudo aquilo que eu uso para um semestre de aulas na FLUP.

Costumo reutilizar os meus cadernos de um ano para o outro, até porque acho totalmente desnecessário estas sempre a comprar novos materiais, quando temos coisas em casa que estão em perfeitas condições para serem utilizadas. Sendo assim, eu tenho três cadernos A4 finos e dois cadernos A5 para as minhas cinco cadeiras. O de alemão até vai ser o mesmo do ano passado, pois não quero perder os apontamentos e assim o estudo fica mais fácil. Tenho cadeiras onde tiro mais apontamentos que outras, mas nunca é necessário um caderno com 120 folhas como eu usava no secundário.

No meu estojo levo sempre canetas, lápis, borracha, post-its e marcadores. Na minha mochila levo ainda o meu bloco de notas/agenda e uma capa que é onde guardo as fotocópias dos livros que tenho de ler ou ainda dos ''manuais'' para uma determinada cadeira. Por último, levo sempre a minha garrafa de água reutilizável, porque bebo imensa água durante o dia e ainda o cartão da universidade.

Em casa tenho uma dossier com várias divisórias onde guardo todas as fichas de exercícios ou ainda textos que tenho de ler para cada cadeira. Para além de que dá mais jeito para guardar os resumos para cada teste, sem perder nada.

Acreditem que não vale a pena stressar muito com os materiais, porque durante as aulas acabam por não ter de usar muita coisa.
P.s. - Nos dias em que tenho de almoçar lá, levo a minha marmita com o meu almoço.

31 de agosto de 2017

A minha experiência com o sushi

Já andava há meses a dizer que gostava de ir comer sushi, porque é uma coisa que me trazia muita curiosidade. Sendo assim, fui ontem com duas amigas comer sushi a um restaurante na minha zona e tenho-vos de dizer que quando o sushi veio para a mesa tinha muito bom aspeto, mas eu não fazia a ideia do que é que estava a comer. Aposto que fizemos muitas figurinhas tristes, porque nem os pauzinhos sabíamos usar...
Pela imagem podem ver que vinha uma espécie de folhado que era muito bom, uns tinham legumes e outros tinham frango. Se eu soubesse, apenas tinha pedido aquilo, porque infelizmente foi a única coisa que eu gostei.
Para quem não está habituado a comer peixe cru foi um pouco difícil habituar à consistência e ao sabor, ainda por cima porque quase tudo o que vinha no prato tinha salmão cru e um outro peixe que eu acho que era atum. Bem aqueles sabores totalmente desconhecidos não me criaram uma boa impressão.
Tenho imensa pena de não ter gostado, porque eu fui toda entusiasmada a pensar que ia adorar o sushi, mas acabou por ser uma grande desilusão. Nenhuma de nós gostou e nem imaginam o esforço que tivemos de fazer para conseguir comer algumas peças.
Para dizer a verdade, acabamos por trazer a maior parte embora e mesmo cá em casa, a minha mãe só gostou dos molhos e o meu pai nem quis provar.

8 de agosto de 2017

Mistery Blogger Award

"O Mystery Blogger Award é um prêmio para blogueiros incríveis com postagens engenhosas. Seu blog não só cativa; ele inspira e motiva. Eles são um dos melhores e eles merecem todo reconhecimento que eles conseguem. Este prêmio também é para blogueiros que acham diversão e inspiração em blogs e fazem isso com tanto amor e paixão”. (Okoto Enigma)
A Carina nomeou-me para esta Tag e é com todo o gosto que vou responder.

Regras a cumprir:
  1. Colocar o logo/imagem do prêmio no seu blog;
  2. Listar as regras;
  3. Agradecer a quem o nomeou e fornecer um link para seu blog;
  4. Mencionar o criador do prêmio;
  5. Conte a seus leitores três coisas sobre você;
  6. Nomeie até dez pessoas;
  7. Notificar os seus indicados comentando no seu blog;
  8. Peça a seus candidatos que respondam cinco questões de sua escolha, perguntas estranhas ou engraçadas;
  9. Compartilhe um link para sua melhor postagem.

1 de agosto de 2017

Esfoliantes naturais

Olá!
Hoje venho partilhar com vocês os esfoliantes naturais que costumo usar, principalmente nesta altura do ano.
O primeiro é composto por sal e mel e não vos aconselho em usar em zonas sensíveis como a face, porque obviamente o sal é muito agressivo. Acredito que seja melhor para as pernas e para os braços, quando a nossa pele está mesmo a necessitar ou temos pêlos encravados.
Depois, tenho açúcar e mel. Este sim pode ser usado para a face e é exelente para esfoliar os lábios. O mel faz com que hidrate e o açúcar é mais suave.
Por último, tenho as borras de café que, segundo dizem, é muito bom para a celulite. Assim sendo, costumo usar nas coxas. Não é um esfoliante muito intenso, pelo que se pode usar no corpo inteiro.